- Artigos

AFUNDAMENTO DO PORTA AVIÕES SHINANO

Shinano. Fto durante seus testes de aceitação em 11.44.

Inicialmente o casco do SHINANO destinava-se a ser o terceiro encouraçado “Classe YAMATO” porém foi, após a derrota japonesa em Midway foi destinado a conversão para porta aviões.

28.11.1944 Construído, porém incompleto, zarpou levemente escoltado, de Yokosuka para Kure, para finalização e treinamento. Ainda ao largo do porto foi avistado pelo submarino “USS ARCHERFISH” que lançou salva de torpedos, quatro (provavelmente) certeiros. O navio adernou 9 graus e inicialmente a situação não pareceu grave, iniciando-se admissão de água nos tanques de lastro para recuperar o equilíbrio do navio, que retirou-se da área de risco a 20 nós.

Os reais motivos do afundamento são controversos, uma versão é a de que as portas estanques (ainda não completamente instaladas), permitiram inundação descontrolada. Outra, decorrente de inspeção pós-guerra, indica que uma das válvulas de drenagem não funcionou corretamente, permitindo que a inundação se agravasse.

Seja qual for o motivo, decorridas quase 8 horas do ataque o navio naufragou em águas rasas, próximo a Shionomisaki.

Digno de nota, o navio transportava as 50 primeiras bombas “Okha” operacionais, destinadas a uso contra as forças invasoras em Okinawa. Sua perda fez com que a entrada em operação dos engenhos fosse atrasada em de 2 meses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *