- Tropas de elite

Paraquedistas Americanos na Guerra do Pacífico

11a Airborne Division

A 11a Airborne Division (Angels) foi ativada em 23 de fevereiro de 1943, sendo a única unidade qualificada, simultaneamente, para operações de pára-quedismo e assalto com planadores. Entre as unidades auxiliares (destaca-se o 127º  Regimento de Engenharia de Combate e o 457º  batalhão de Artilharia) era dotada de um Regimento de Salto (511º ) e dois de Assalto em Planadores (187º  e 188º ).

Suas principais operações de assalto aéreo de combate deram-se:

  • tomada do Monte Tagautay;
  • o resgate de mais de 2 mil civis do campo de internação de “Los Baños”.
  • no primeiro semestre de 1944, lutou principalmente como infantaria convencional, durante a Libertação das Filipinas destacando-se a Batalha de Manila.
  • 06.44 próximo ao final da campanha de Luzon, lançado um Batalhão reforçado denominado “Task Force Gypsy” em Aparri no “vale de Cagayan”. esta operação foi combinadas com um lançamento de tropas em planadores.  A ação bloqueou a retirada de tropas japonesas do vale permitindo sua aniquilação / captura. Foi a única operação com planadores da Guerra do Pacífico.

De agosto e 45 até 1949  a Divisão foi parte das forças de ocupação do Japão.

503o Grupo Regimental de Pára-quedistas

O Regimento (The Rock) foi a primeira unidade de pára-quedistas a operar no teatro de Pacifico, a partir de 1943, sendo então uma unidade independente.

Suas principais operações de assalto aéreo deram-se:

  • 5 de setembro e 1943 salto de combate na Nova Guiné, aeroporto de Nazdab, vale de Markham;
  • 3 de julho de 1944 salto de combate no aeroporto de Kamiri;
  • 16 de fevereiro de 1945, 2 saltos operacionais sobre a Ilha de Corregidor, Filipinas.

No pós-guerra foi incorporado a 11 Divisão de pára-quedistas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *