- Marinha linha tempo Porta Aviões

PORTA AVIÕES – CHYIODA

CHYIODA (Trad: O que viverá por 1000 anos (ou 1000 gerações ) ou “O que gosta dos campos” (outro nome do Palácio Imperial em Tóquio)).

MES / ANO / AÇÕES

1938  Japão. Incorporado a frota, como tênder de mini-submarinos e hidroaviões (24 aeronaves).

01 e 02.42  Japão. Exercício de operação com mini-submarinos.

03.42  Japão. Designado, definitivamente, para atuar como tênder de hidroaviões.

24.04.42 Truk. Passa a operar desta base.

18.05.42 Truk.  Entrega 5 mini-submarino “Tipo A” aos 5 submarinos / mãe encarregados de efetuar ataque ao Porto de Sidney (ocorrido em 31/05/42).

29.05.42  Midway. Parte do “Corpo Principal” (encouraçados) transporta 8 mini submarinos (que devem permanecer na ilha após invasão).

06.1942:

> 28  Japão. Zarpa para as ilhas Aleutas transportando reforços aéreos.

> 28  Kiska, atacado e avariado por aparelhos americanos.

09.42  Guadalcanal. Passa a operar na região.

06.11.42 Truk. Atacado sem sucesso pelo SS 209 USS GRAYLING (neste mesmo ataque o submarino afunda o DD ARARE e avaria o DD SHIRANUHI).

01.43  Japão. Passa a “Reserva da Frota”. Iniciada a conversão para porta-aviões.

21.12.43  Japão. Concluída conversão.

29.01.44 Truk. Parte da força que opera desta base. Retorna ao Japão escoltando o avariado CV UNYO.

02.44  Truk, posicionado na base, retorna ao Japão no final do mês.

03 e 04.44  Palau, Balikpapan e Filipinas.  Missões de transporte de reforços aéreos.

01.05.44  Tawitawi. Juntamente com o CE CHITOSE, transporta reforços a guarnição.

16.05.44  Batalha do Mar das Filipinas. Designado para a operação “A-Go”, defesa das Marianas / Saipan.

06.1944:

> 15 a 21 Batalha Aeronaval das Marianas. Parte da “Força de Vanguarda”.

> 20  Marianas. Avariado, em ataque aéreo. Teve seu convés de voo destroçado e incêndio moderado abordo.

> 22  Okinawa. Reparos de emergência.

01.07.44 Japão. Kure, reparos.

09.44  Japão. Retorno ao serviço.

10.1944:

> 20 Japão. Integra a forca do Alm. Ozawa, destinada a defesa das Filipinas.

> 25 Batalha do Cabo Enganõ. Severamente atingido por ataque aéreo, aderna ficando imóvel. Abandonado pela frota é afundado, ao final do dia, por fogo de superfície, de cruzadores americanos que não resgatam os sobreviventes. Perda total da tripulação (1.470 oficiais e praças).

Glossário: SS > Submarino     DD > Destróier     CV > Porta aviões de esquadra     CL > Porta aviões leve     FT > Forçar Tarefa (porta aviões) americana

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *